Biografia

Vocação e experiência em gestão pública

Samuel Moreira nasceu em Minas Gerais, mas se considera paulista de alma e registrense de coração. Quando tinha dois anos, os pais deixaram Governador Valadares para viver em Miracatu, no Vale do Ribeira. Foi nessa região que abriga a maior extensão conservada de Mata Atlântica do Brasil que Samuel cresceu ouvindo sobre os desafios do desenvolvimento social e econômico.O interesse pela política surgiu em 1993, quando participou ativamente da campanha para manter a superintendência da Sabesp em Registro. Na época queriam transferir a sede para Itapetininga, mas Samuel defendeu Registro como centro da bacia hidrográfica do Ribeira de Iguape, articulou as lideranças da região e conseguiu convencer a empresa. Em 1994, assumiu o cargo de superintendente da Sabesp e se mudou para Registro.Na companhia de saneamento, Samuel imprimiu um bom ritmo de gestão, atuando próximo dos colaboradores e também das lideranças dos municípios. O trabalho bem articulado chamou a atenção do PSDB de Registro.


Havia um movimento por mudanças na política da cidade e Samuel preenchia o perfil de administrador jovem e atuante. Convidado pelo PSDB, ele disputou a eleição em 1996 com mais sete candidatos e foi eleito prefeito de Registro com 25% dos votos.À frente do município, Samuel promoveu mudanças tão significativas que repercutem ainda hoje. Logo na primeira gestão, a população demonstrou seu apoio. Em pesquisa realizada pela revista Isto É no ano 2000, a gestão de Samuel recebeu 87,5% de aprovação dos moradores e ele foi eleito o melhor prefeito do Estado de São Paulo. O sucesso da administração repercutiu nas urnas - a reeleição foi garantida com 80% dos votos válidos. 


Há quem diga que a cidade se divide entre antes e depois da gestão de Samuel Moreira. Os números impressionam: ao final dos dois mandatos, foram entregues cerca de 1.500 casas populares, 85 quilômetros de ruas pavimentadas - quando Samuel assumiu, o município tinha 35 quilômetros de pavimento -, nove creches, seis escolas, duas Unidades Básicas de Saúde, 11 Postos do Programa Saúde da Família, construção do Ginásio de Esportes Governador Mario Covas, restauração do Complexo KKKK (que hoje abriga o Sesc) e construção do Parque Beira Rio.



Mais do que transformar Registro num verdadeiro canteiro de obras, com geração de empregos e movimentação da economia local, a administração de Samuel Moreira resgatou a autoestima do registrense. "Nossa gestão contribuiu com o sentimento de pertencimento da população, as pessoas passaram a ter orgulho de viver em Registro", lembra Samuel. Sob sua administração, Registro assinou os primeiros convênios com as entidades sociais, criou a Festa da Solidariedade, resgatou a Expovale, implantou o Museu da Imigração Japonesa e organizou o trânsito com a construção de rotatórias e ciclovias. A Prefeitura regularizou a coleta de lixo, implantou a coleta seletiva e auxiliou a criação da cooperativa dos catadores. A coleta de resíduos, feita de maneira insalubre e desorganizada, passou a ser realizada de forma profissional, com dia e horário marcado.

 

Na gestão de Samuel, o município também elaborou o primeiro plano de carreira do magistério, fez parceria para desenvolver o laboratório de mudas de banana, entregou quase 4 mil títulos de regularização de propriedade e conseguiu a implantação da Unesp. Entre tantas outras conquistas que contribuíram para o desenvolvimento de Registro.


"Reunimos um time com capacidade para articular e executar projetos. Grandes obras como a restauração do Complexo KKKK e o Ginásio Mário Covas foram licitadas e executadas pela própria Prefeitura".

Antes de entrar para o Legislativo, Samuel Moreira foi subprefeito de São Miguel Paulista nos anos de 2005 e 2006. Em outubro de 2006, foi eleito deputado estadual com 109.225 votos. Na Assembleia, Samuel foi relator do Orçamento do Estado para 2008, líder da bancada do PSDB por dois anos e líder do governo Geraldo Alckmin, além de presidir a CPI da Bancoop (2010), que apurou fraudes na Cooperativa dos Bancários de São Paulo. Foi reeleito deputado estadual em 2010, com 130.865 votos. Em 2013, com 90 votos de um total de 94 deputados, Samuel foi eleito presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.


Como liderança atuante em São Paulo, Samuel ganhou projeção e, em 2014, venceu a eleição para deputado federal com 227.210 votos. Foi o nono candidato mais bem votado em todo o estado e o 23º mais votado em todo o País. Permaneceu na Câmara Federal até 4 de abril de 2016, quando assumiu o cargo de secretário chefe da Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo.



No Legislativo, Samuel foi responsável por uma série de obras e recursos que beneficiaram os municípios do Vale do Ribeira, sobretudo Registro. Foram mais de R$ 30 milhões em emendas repassadas para o município. Seu trabalho garantiu a implantação da Escola Técnica Centro Paula Souza – Etec de Registro, a ampliação da Unesp, a construção do Hospital Regional de Registro, além de aproximadamente R$ 13 milhões para obras de infraestrutura, como a reforma do Terminal Rodoviário, canalização do córrego da Vila São Francisco e pavimentação de inúmeras ruas, como o Conjunto Habitacional Registro D1.


Na saúde, as emendas parlamentares de Samuel Moreira garantiram o repasse de mais de R$ 7 milhões, sendo R$ 4,5 milhões somente para custeio do Hospital São João, além da construção do Posto de Saúde do Capinzal, equipamentos de raio-x e ultrassom para o município, três vans para o transporte de pacientes e mais de R$ 1 milhão para custeio da UPA de Registro. Para a Unesp, o deputado Samuel garantiu mais de R$ 7,5 milhões destinados a obras de infraestrutura, incluindo perenização da estrada de acesso ao campus e cobertura da quadra poliesportiva.Na área social, as emendas atenderam a Casa da Criança Futuro Feliz (CRIFF), a Apae, o Lar dos Velhinhos, o Fraterno Auxílio Cristão (FAC) e a Associação Beneficente Vida Nova, além do Fundo Social de Solidariedade.